Páginas

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Quando eu gosto do trabalhinho que a professora passou.

Analise com conceitos behaviorista da música: Muitos chocolates - Banda do Mar



Música: Muitos chocolates - Banda do Mar


“Não quero mais ficar com quem me maltrata.
Não posso mais desperdiçar o meu amor assim” - maltratar é um estímulo negativo que no caso funciona como punição positiva e faz o eu lírico da música extinguir o comportamento de ficar com a pessoa que a maltrata
“Faço questão de cafuné, massagem no pé
E muitos chocolates só pra mim” - A personagem agora exige estímulos positivos que reforcem positivamente seu comportamento de estar em um relacionamento para continuar praticando esse comportamento.


“Por um beijinho de esquimó eu moro até no Alasca” - A personagem oferece o estímulo eventualmente positivo morar no alasca para reforçar o comportamento da pessoa com quem ela se relaciona de dar um ‘beijinho de esquimó”
“Se quiser mudar pra China eu aprendo mandarim” - A personagem oferece o estímulo positivo aprender mandarim para reforçar positivamente o comportamento mudar para a china de seu(a) parceiro(a)
“Mas lá eu peço cafuné, massagem no pé
E muitos chocolates só pra mim” - Repetição


“Ai de mim que morro de vontade
Dentro de mim mesma já não cabe mais
Quero sim, até pela metade
De tudo eu quero um pouco e você sabe
Que é que tem, já que tamo vivo
A gente pelo menos aproveita mais
Fica aqui, fica só comigo
Fora desse quarto o mundo tanto faz” - Refrão


“Não vou pedir roupa de cama ou talheres de prata” - A personagem afirma que não exigirá os reforços positivos roupa de cama e talheres de prata.
“Nem que você suporte alguma amiga minha chata” - A protagonista também diz que não apresentará estímulos negativos que poderiam funcionar como punição positiva para o comportamento da pessoa de se relacionar com ela
“Mas eu exijo cafuné, massagem no pé

E muitos chocolates só pra mim” -Repetição