Páginas

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Alguns lugares acabam

Não gosto daqui e quero ir embora, é fato, mas nem tudo são espinhos, ou formigas de picadas ardidas, pensando bem, coitadas das formigas.
O fato é que eu vou sentir falta de algumas coisas/lugares/pessoas. Apesar de ser longe de tudo eu amo a minha casa de quintal enorme que da pra fazer fogueira no inverno, eu amo meu quarto só meu que eu posso decorar do meu jeito e onde eu faço o que eu bem entender.
Agora, aqui, nesse campo, com esse vento, eu me sinto bem.
Não quero ficar, de jeito nenhum, mas também não quero deixar a impressão de que tudo aqui foi ruim, não foi, mas não consigo achar que aqui é meu lugar.
O bosque, desde quando era zoo tem o cheiro mais marcante na minha memória, é o melhor lugar daqui pra mim, quero continuar voltando lá sempre.
Esse terreno onde estou escrevendo, em breve terá alguma construção, ninguém mais notará a vista, é triste, alguns lugares acabam.
E me parece que quase tudo o que já foi bom aqui acabou.

domingo, 27 de julho de 2014

Dicas de Séries

Essa coisa de séries vicia mesmo, eu não sei exatamente quando eu resolvi começar a assistir séries mas agora eu raramente lembro o nome de todas que eu assisto/assisti. Bom, como da ultima vez vim recomendar duas séries que eu gosto muito
Once Upon A Time
Eu não costumo assistir coisas que fazem sucesso por isso demorei um pouco pra começar a assistir OUAT, mas definitivamente não me arrependi.
Ema Swan não conheceu seus pais, foi presa quando estava grávida e não teve chance de conhecer seu filho, eis que onze anos depois um garoto bate na porta do seu apartamento dizendo que é seu filho. Ema leva o garoto de volta pra cidade dele - Storybrooke - e o entrega pra mãe adotiva, Regina, a prefeita.
Algo diz pra Ema não ir embora e Henry (seu filho) começa a explicar pra ela sua teoria de que cada morador daquela cidade é um personagem do seu livro de histórias. Ema acredita que aquilo é fruto da imaginação criativa de Henry mas ainda acha que tem algo estranho naquela cidade e acaba ficando mais um tempo. Cada vez mais coisas estranhas vão acontecendo e por incrível que pareça as ideias de Henry parecem fazer sentido. 3 Temporadas. Assista Aqui

O Personagem mais lindo:
Capitão Gancho (corram pra segunda temporada)


Nick Burkhardt é um policial e leva uma vida normal, está prestes a pedir a namorada em noivado quando um dia começa a ver coisas estranhas, pessoas se transforando em criaturas estranhas que só ele vê, no mesmo dia sua Tia, que o criou (porque seus pais morreram em um acidente de carro (acidente de carro, claro) aparece em sua casa com um trailer e começa a explicar que ele é um Grimm, mas é atacada por um monstro e tem que ser levada ao hospital as pressas. 
Na investigação de um caso de desaparecimento Nick conhece Monroe, um Wesen (Wesen são todas as criaturas nas quais alguns humanos se transformam,  existem várias espécies e Monroe é um blutbad( blutbad assemelha-se com um lobisomem, mas eles odeiam ser chamados assim) mas Monroe mantém-se longe da vida selvagem e é um Wesen muito legal e acaba ajudando Nick a resolver o caso em que estava trabalhando. 
Tia Marrie morre antes de poder dar muitas explicações pra Nick mas deixa pra ele o trailer que tem muitos livros e filmes que podem ajuda-lo a entender o que é ser um Grimm e como isso pode mudar a vida dele.

Wesen favorito:
Rosalee, uma Fuchsbau.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Sobre Tatuagens.

Vi alguns posts sobre o assunto tatuagem recentemente e resolvi entrar na roda também, já que estou prestes a fazer meu primeiro desenho no corpo.

Dia 5 de agosto completo meus 18 anos e logo que eu tiver um tempo vou no estúdio fazer a minha primeira tattoo, que vai ter o seguinte desenho (clave de sol)
Mas não vai ser no mesmo lugar dessa foto, vai ser na lateral da mão, na linha do polegar, na mão esquerda, estou decidida desde os 12 anos então NÃO, eu não tenho medo de me arrepender.
A segunda que não sei ainda quando eu vou fazer mas muito provavelmente não vai demorar,  vai ser um susuwatari ♥
O desenho é esse da foto e o lugar eu ainda não decidi.
Os significados das tattoos eu posto (dependendo do meu humor) quando elas estiverem feitas e eu tiver uma foto decente

Abaixo deixo alguns vídeos bem legais sobre tatuagem , o primeiro tira algumas dúvidas, o segundo é zueira, mas muito engraçado e o terceiro é só opinião e desabafo.

quinta-feira, 17 de julho de 2014

I want freedom

Não sei porque mas pra mim sempre parece que as palavras em inglês transmitem mais sentimento do que as em português.
O fato é o seguinte: eu não suporto mais esse lugar. Essas pessoas que se depois de todo esse tempo não gostaram de mim, nunca vão. Talvez o problema seja eu, tudo bem, talvez eu tenha agido errado minha vida toda té aqui, mas eu não pretendo mudar, pretendo encontrar um lugar onde meu jeito seja o certo.
Parece que eu já extraí tudo o possível daqui, os amigos que eu fiz aqui, poucos mas verdadeiros, vão fazer parte da minha vida sempre. Tudo o que eu tinha pra aprender aqui eu já aprendi, tudo o que eu tinha pra ensinar, já ensinei. Agora preciso de lugares diferentes, pessoas diferentes, experiências diferentes.
Preciso sair daqui. Andei passando horas no weheartit olhando fotos de roadtrips, viagens de estrada com amigos e passando uma vontade maldita. Pensando que não é tão difícil assim planejar uma viagem, não precisa ser tão longe,  nem tão logo, mas tem que acontecer.
Preciso sair daqui, e não estou falando de viajar, preciso me mudar, morar em um lugar diferente, com gente diferente, com lugares diferentes, com um clima diferente com gente que me conheça do zero, que não tenha uma opinião formada sobre mim porque ouviu alguém falar que eu sou assim porque fiz isso ou aquilo.
Eu simplesmente não suporto mais esse lugar sem nada novo, tão longe de tudo e com tanta carência de opções pra tudo. Cansei de interior, cansei do sotaque, cansei da distancia, da falta de lugares pra sair, de inexistência de uma mísera livraria, um parque, um centro comercial decente, das mesmas carinhas carimbadas. Cansei, preciso me libertar disso tudo.

terça-feira, 15 de julho de 2014

Resnha: O Visconde que me Amava - Julia Quinn

Cá estou eu resenhando mais um livro. Agora nas férias consegui voltar a ler com frequência, e olha que milagre, não é Harlan .
Título: O Visconde Que Me Amava
Autor: Julia Quinn
Páginas: 304
Editora: Arqueiro

Sinopse - O Visconde Que Me Amava - Familia Bridgerton - Livro 02 - Julia Quinn

A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva.
Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela. Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele.
Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração.
Considerada a Jane Austen contemporânea, Julia Quinn mantém, neste segundo livro da série Os Bridgertons, o senso de humor e a capacidade de despertar emoções que lhe permitem construir personagens carismáticos e histórias inesquecíveis.

Opinião:
Como acontece sempre demorei pra pegar firme na leitura, aquela história de metade do livro em uma semana e a outra metade em um dia, Livros românticos não são minhas preferencias nem nunca foram, mas o que me atrai ao livros da Julia Quinn é a época na qual a história se passa, antes da invenção do telefone, no ano de 1814. Li a resenha de O Duque e Eu (primeiro livro da coleção) feito por um estudante de história e descobri que a autora falha um pouco ao criar algumas situações que seriam inaceitáveis pela moral da época, mas, passando as críticas, o livro é muito bom (sério) é bom conhecer os medos de Anthony e as incertezas de Kate no começo do livro, e ir conhecendo a personalidade dos dois, inteligentes, sarcásticos, uma dama muito forte, e um visconde gentil e cavalheiro e por mais previsível que seja o romance no começo, e surpreendente o jeito que a história se desenrola. No segundo livro da coleção você já se envolve com a família Bridgerton e quer toda a coleção.

Já leram? Querem ler? O que acharam da resenha?

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Da semana ~ Musica

Oi gente. Hoje vim postar umas músicas, não é um playlist nem nada assim, são só algumas coisas que eu achei legal compartilhar
Conhecem essa música? Conhecem a Birdy? se não, pesquisem por favor porque as músicas dela são perfeitas, porém esse vídeo é um cover, muito bom por sinal, e se alguém reconheceu as meninas já deve saber porque me apaixonei por esse cover. Se alguém assiste Under The Dome (onde quer que seja) ja reconheceu a Norrie (Mackenzie Lintz) com o violão, já a Melanie(Grace Victoria) é só pra quem está na segunda temporada, mas enfim, as atrizes fizeram um cover da música que já era perfeita e acabaram com meu emocional haha.


Demons é apenas meu mais novo vício da banda Imagine Dragons (depois de It's time).

E pra finalizar um Cover meu de Lágrimas e Chuva do Kid Abelha, que não ficou muito bom porque essa coisa linda do meu primo abriu a porta no meio da gravação, mas não ia dar tempo da gravar de novo, então tentem prestar mais atenção no som do que na imagem ok?




domingo, 6 de julho de 2014

Fotos: Favoritas de Junho

Oi. Eu sei que parei de postar textos ( ninguém é obrigado a considerar meu desabafo sobre a copa um texto) mas é minha memória, eu tenho idéias pra escrever mas some, minha memória ta cada vez pior. Talvez um dia eu cave meus sentimentos tristes nas DMs do twitter e escreva algo novo aqui, mas hoje o que eu trouxe é mais um post fotográfico, tava mais que na hora de exercitar, finalmente de férias pude curtir um pouco minha câmera nos últimos dias de junho














sábado, 5 de julho de 2014

Oitavas e Quartas.

(Aviso, se não gosta de futebol dirija-se ao próximo post kk)

Well, Copa do mundo, futebol, eu gosto de futebol desde muito nova, e não sei o porque disso, afinal, 22 homens correndo atras de uma bola, o que tem de legal nisso? Bom, na verdade quando se envolve um clube pra defender fica emocionante, o clube se como se fosse uma família eu não sei se os outros torcedores são assim mas eu desenvolvo um carinho especial pelos jogadores que jogam no meu time (SPFC) e não gosto dessas transferências constantes. Mas, então, quando o clube em questão é seu país e você é minimamente patriota é claro que a Copa do mundo vai mudar sua rotina, ainda mais se o evento estiver sendo sediado no seu país. ok, ok, chega de enrolação, preciso desabafar um pouco sobre todas essas coisas dos dois últimos jogos.

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Monomania - Clarice Falcão Cover

Mês passado participei de uma Sexta musical, da escola que eu dou aula de piano e teclado e essa foi uma das músicas que eu participei
Ficou meio zoado porque é minha mãe grava,do e ela ficou cantando junto kkk



É o que eu tenho pra hoje, espero que gostem :)
Clarice Falcão ♥