Páginas

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

I have a job!

Apenas um pouco sobre como me tornei professora de piano.


Quando eu era pequena (ok, eu sei,continuo pequena), quando eu era criança eu queria ser modelo, atriz, cantora, como a maioria das meninas, meu irmão mais velho começou a estudar piano e eu comecei a dançar balé, acho que cheguei a dançar por dois anos mas depois fui estudar piano também. Eu cresci la, naquele prédio mal assombrado que é minha escola de piano, onde as portas rangiam, crianças eram malvadas, um gato preto morava.
As professoras foram sempre as mesmas, as vezes formandas também ajudavam, mas na época que eu entrei, nos primeiros anos naquele lugar cheio de esconderijos o menos importante era estudar música, o importante era formar clubinhos secretos, fazer inveja pras crianças que não participavam, praticar um pouco de bulliyng - estou sendo sincera, eu foi fui uma criança um pouco cruel, tanto quanto uma criança normal pode ser, tanto que hoje tenho amizade com as meninas que eu zuava na época - mas acho que minha índole sempre me levou a ser justa no fim das contas. Fui ficando mais velha e acabei virando a "mãezona" das meninas, a conciliadora, amiga de todo mundo eu gosto disso. Costumava ficar lá horas a mais do que o necessário, passava horas conversando com uma amiga ou outra, a gente escapava, ia pra outros lugares, quem disse que eu ia tomar jeito cedo? com 13 eu ia pra lojinha de instrumentos ao lado todo santo dia tomar uma lata de refrigerante e bater papo com quem quer que fosse o vendedor da vez, Dri, Lléu, Lana, Gii, Pablo...Com 14 atravessava a praça todo dia pra ir ver minha amiga, quando ela passou por uma fase difícil que foi muito difícil pra mim também.
Foi depois disso que eu me apliquei, é, entrei no piano com 9 anos e só acabei me aplicando no nível Técnico, 3 anos de dedicação, que valeram muito a pena. Me formei com vontade de continuar indo pra aula, então fui convidada pelas minhas professoras pra dar aula por um ano lá, e é assim que eu estou empregada oficialmente, a partir de hoje :))

Considerações que talvez só quem estuda música com partitura entenda: Hoje é estranho pra mim olhar uma partitura ler a nota de cara e lembrar do começo, dificuldade pra identificar as notas, careta quando a professora passava tarefinha de dar nome às notas. Acho que dar aula me deu nostalgia desse tempo, por isso acabei escrevendo esse texto.

Por hoje é isso gente, Beijos, comentem :*

4 comentários:

  1. Deve ser um amor dar aula de algum instrumento que gosta! Aliás, é sempre bom trabalhar com algo que gosta!
    Beijos, E.
    http://apenasmaisumaxicaradecafe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho muita vontade de aprender a tocar piano. Acho lindo :D
    Beijos

    marinaalessandra.blogspot.com
    @mariinaale

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que legal! Queria aprender a tocar piano, acho muito bonito. É algo que emociona as pessoas (:
    Beijos,

    entre-galaxias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. É una história bem diferente dos demais. Fiquei é feliz em saber que deixaste isso de magoar as pessoas, mas compreendo, eram apenas crianças.
    Deve ser bom trabalhar com algo que amamos
    querosabertudo-k.blogspot.com

    ResponderExcluir

Comente e sinta-se abraçado (=