Páginas

terça-feira, 30 de abril de 2013

Tu, pra não ser você de novo.

Talvez tenha sido ingenuidade mas eu pensei que fosse passar. Eu pensei que tu fosse ser só mais um. Mas aí eu percebi que nunca existiu ninguém antes. Que eu nunca senti isso por ninguém não por tanto tempo. E que ironia do destino, eu te amo . E eu pensei que tendo tua amizade um dia meu coração ia se conformar. Mas cadê esse dia dois anos depois? aah guri tu me disse tanta coisa que me fez rir e chorar. Me fez feliz e indignada. Tu realmente é um amigo pra mim, de um jeito que eu nunca tive eu acho, eu te amo tanto, não só pelo que tu era quando eu te conheci, mas por tudo o que tu construiu comigo, tudo o que tu me ajudou a evoluir, e o que tu evoluiu comigo.
É isso ai, só porque eu não acho justo deixar passar em branco, como se já tão tivessem trezentos textos sobre ti aqui, mas enfim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e sinta-se abraçado (=