Páginas

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Menina/mulher

Cara essa coisa de ser menina ou ser mulher, é muito de cada um, somos todos diferentes, eu cheguei a conclusão que eu sou muito extrema, sou muito menina e sou muito mulher.
Sou muito mulher porque sou madura, não ligo pra aparência, popularidade, opinião alheia, essas coisas de adolescente, de menina. porque eu amo ler, toco piano e ouso rock. Me preocupo mais com meus estudos, com meu futuro do que com a festinha de sábado e a cor do esmalte que eu vou usar, porque eu sei o que pode e o que não pode ser dito e pra quem, e por que eu não escolho meus amigos(as) pela idade. e isso é maturidade.
 E sou muito menina porque eu empolgo, eu empolgo com música, eu quero impressionar e mostrar minhas habilidades, falo coisas bobas pra fazer minhas amigas rirem. eu rolo na grama, eu não tenho medo de insetos, nem de filmes de terror. gosto de fazer bolo, chupar gelo, tomar téra, dormir o dia inteiro (na verdade odeio isso, mas meu corpo adora). eu amo futebol. gosto de ficar sozinha com meus amigos, ou sozinha comigo mesma. quero emagrecer sem fazer academia nem parar de comer chocolate, eu invento romances fofos entre uma jogadora da seleção feminina de futebol com um jogador da masculina, eu viajo na imaginação.
Mas eu gosto assim, e quem seja assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e sinta-se abraçado (=