Páginas

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Polêmica: Pena de morte

   Ainda hoje muitos países como China, Japão, Rússia e alguns estados dos EUA adotam a pena de morte para os seguintes crimes: assassinato, espionagem, estupro, adultério, homossexualidade, corrupção política e não seguir a religião oficial em países teocráticos.
   Ainda ha países que empregam a pena de morte como exemplo, com o objetivo de desestimular a criminalidade, entretanto já foi provado que países que aboliram a guilhotina tiveram diminuição do índice de criminalidade, o contrário do que aconteceu com países que reimplantaram a pena de morte.
   Os favoráveis à pena de morte mais racionais defendem que a pena deve ser aplicada a criminosos cruéis, frios, manipuladores e egocêntricos, em outras palavras, psicopata. No entanto a psicopatia é um distúrbio mental e portanto deve ser tratado com internação ou prisão perpétua.
   Sobretudo a morte não pune a pessoa em si. Embora a sociedade tenha um criminoso a menos com o qual se preocupar, quem mais sofre com a pena de morte de um indivíduo são seus familiares.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e sinta-se abraçado (=