Páginas

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Profissão de risco



Pois é, Goleiro passa a ser uma profissão de risco, vamos combinar (eu e você que gosta de acompanhar futebol) que hoje em dia é muito frequente o choque entre goleiro e atacante onde o Goleiro sai machucado, normalmente no rosto ou nas mãos, eu particularmente, fiquei chocada com o que aconteceu com o Gabriel (seleção sub-20) na semi final do mundial contra o México, o choque com a chuteira do mexicano, aquele olho roxo inchado e ainda assim continuou jogando, fez lindas defezas e defendeu o Brasil na final, merecendo título de herói  com a conquista do título.

A cena do machucado do Júlio Cezar foi mais forte, e aí desculpa, não posso chamar heroísmo ele continuar no jogo porque no jogo seguinte ele já não jogou mais


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e sinta-se abraçado (=