Páginas

domingo, 13 de março de 2011

Eu...

Morro de medo do destino, medo de sair da linha e me dar mal, mas mesmo assim eu amo passar dos limites, amo aquela sensação de olhar pra traz e dizer "eu não acredito que eu fiz isso", pra me conhecer direito tem que estar comigo depois da meia noite, é o horarário em que me sinto adaptada, quando minha personalidade se firma e eu falo o que vem a mente, eu me sinto segura pra ser eu mesma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e sinta-se abraçado (=