Páginas

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Top 5 - Minha literatura

melhores trechos de histórias que eu escrevo:

1º-Amizade em "The Life"
-Me conta - ela disse - o que foi - e fechou a porta.
-Bom, é que tem um menino na minha sala sabe, ele é lindo, fofo, inteligente, sempre meu parceiro nos debates nos assuntos da aula e geral, Ele é...
-Diferente de todos os outros, as vezes parece...
-Perfeito - Rimos
-Acho que você tem que fazer o que você me disse. Demonstrar seus sentimentos, fala pra ele o que você sente.
-O problema não é esse, o problema é que bebe, e quando ele bebe ele muda totalmente, vira um monstro sem educação, sem respeito nenhum, ele quis me forçar a beber, depois me beijou a força, e ainda disse que me amava, bêbado!
Líli olhava pela janela, como se não estivesse prestando atenção mas ela tinha ouvido tudo:
-Nossa, imagino que você deve estar péssima.
Somente soltei meu corpo na cama, olhando pro teto
-Você gosta dele, muito, não é?
-É, acho que mais do que deveria
-E ele?
-Não sei...
-Ele gosta de você, se ele não gostasse você saberia.
-Tá.
-E se ele gosta de você, ele é capaz de mudar por você, mas você precisa ajudar ele a mudar.
Perfeito, pensei.
-De onde você saiu garota? - perguntei

2º amor em "The Life"
Matheus escondia a mão esquerda atrás das costas, com a outra virou a aba do boné para o lado e depois colocou os braços envolta do pescoço de Líli, sem deixa-la ver o que trazia nas mãos: um bombom e uma flor branca, e então vieram as palavras, primeiro dele:
-Eu te amo. - desta vez olhando nos olhos.
Depois dela
-Eu te amo - Os olhos diziam tanto pra mim, eu via neles tudo o que ela via NELE, tudo o que ela estava sufocando dentro d si a tanto tempo, eu nunca tinha visto dois olhos brilhando tanto
Ele entregou o bombom e a flor, ela passou os dedos entre os cabelos dele na nuca e experimentou um selinho.
Ele pegou a mão dela e levou ela até a parede, encostou ela e a beijou...

3º, amor em "Tathi, Mari e Bruna"
Depois das aulas Mari encostou no muro do lado do portão esperando Vitor, quando ele cheou eles andaram lado a lado atté a frente da escola, tão romantico quanto Mari, Vitor roubou uma flor do jardim da escola e deu para Mari com m sorriso conquistador, e Mari   agradeceu com um sorriso  timido, Vitor segurou as mãos de Mari fazendo com que ela deixasse a flor cair , aproximou- se, Mari não piscava, quando finalmente seus labios se tocaram, uma onda de calor percorreu todo o corpo de Mari, era um momento unico, que jamais iria esquecer, quando os dois se desgrudaram e Mari abraçou Vitor, ela noou que sua irmã Bruna, assistia a cena do outro lado da rua mas VItor não viu, apenas sorriu e disse q tinha que ir embora, sedespediu com um selinho e foi .
4º descrição do primeiro beijo por personagem - em "Tathi , Mari e Bruna"
Título:[A Sensação]
"Como flutuar na água do mar; como voar sem medo de cair; Ou simplismente como comer algodão doce; essa é a sensação mais doce que existe, quando seus lábios tocam o dele, é comose nada mais existisse, como se o mundo rodasse em torno de vocês , comose tudo fosse outra realidade e aquilo fosse a unica coisa realmente verdadeira.  E quando você volta a realidade parece que foi só um sonho."
5ºAdolescênte bêbado - em "The Life"
-Você tem 14 anos, vai dizer que nunca bebeu?- perguntou Taíssa, uma menina da roda
-Acredite, Nunca.
-Relaxa Taissínha - disse Diego, um garoto da sala, com uma latinha na mão e já embriagado - hoje mesmo agente muda isso - não podia ser aquele mesmo diego que sentava do meu lado, inteligente, estudioso que discutia comigo os assuntos da aula, fofo e inteligente, como uma latinha de cerveja podia fazer isso com ele?
Ele encostou sua lata gelada no meu ombro:
-Bebe Larinha.
-Não.
-Vai,eu deixo você beber da minha latinha, depois agente ve um jeito de você me retribuir... - ele encostou a lata na minha boca.
Levantei, tirei a lata da mão dele e joguei no chão
-Eu já disse que eu não quero.
-Calma... - ele pegou meu copo e me cercou até eu encostar no muro
-Bebe, experimenta - ele encostou o copo na minha boca - você vai gostar - como eu não abri a boca ele virou o copo e encheu minha blusa de cerveja


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e sinta-se abraçado (=