Páginas

sábado, 31 de julho de 2010

Seis por meia dúzia?


A atriz Mariana Molina, Bia, em Malhação, na ficção faz par rômantico com um dos mais novos idolos adolescentes, o Fiuk(quem não sabe quem e o Fiuk favor se atirar no ganges), mas o que está se dizendo por aí é que fora das telinhas no mundo real ela está se relacionando com outro novo ídolo revelação, nada mais nada menos que Luan Santana (não que eu ache ele tudo isso mas, digamos que tem muita gente que daria tudo pra estar no lugar dela)

Um comentário:

  1. Oi Bê! Acho que e esse o seu nome, certo? Vi seu post sobre como é solitário saber que seu blog tem visitas, embora ninguém comente e resolvi escrever. Não tenho nada pra falar dessa atriz, mas quem se importa? É que eu percebi que temos algumas coisas em comum. Eu sou 9 anos mais velha que você, e moro no RJ. Heheh certo, essas coisas são diferentes, mas vou te explicar... Há nove anos, quando eu tinha a sua idade, você era um bebê! Acho que não existia essa coisa de “Blogger” nem nada do tipo que criasse automaticamente um blog pra você começar a escrever e publicar com alguns cliques... Ainda assim, eu fucei até aprender a programar HTML, salvava meus posts no bloco de notas e fazia o upload pro meu site, que, assim como o seu espaço aqui, era o meu blog. Nossa, você deve estar se perguntando, “quem é essa maluca, e da onde ela apareceu!?” Eu explico: insônia. São 4.30 da manhã e eu tava vendo sbt, fim de carreira total pra qualquer insone. Enfim, passou um comercial de um remédio pra micose (hehehe) e eu, como viciada em Google, peguei meu celular pra ver o que diabos era a tal micose do pano branco que aparecia no comercial. Além de insone, eu tb sou meio hipocondríaca...Aí no Google images, eis que me deparo com uma foto não de uma micose, mas de mãos de meninas com a unha do dedo mínimo pintada com liquid paper. Eu pensei “eeei, isso não é micose, é um pacto!” Aí caí aqui. E fui lendo seus posts (melhor do que assistir sbt de madrugada!). Enfim, vi no seu blog um retrato da minha vida, 9 anos atrás. Que loucura, né? Os relatos sobre as aulas da oitava série, a turma de amigos e o trauma que é ter que se separar de todo mundo durante as férias... Os códigos, as coisas proibidas, as coisas coletivas... Tem um post seu em especial que me chocou com tantas semelhanças... O da lista de coisas que se faz no último dia de aula... Eu tenho uma igualzinha em alguma agenda velha guardada há muito no alto do armário. No meu caso, é uma lista de coisas inesquecíveis das férias de 2002, heheh... É engraçado como as meninas são meninas, e escrevem coisas parecidas durante o início da adolescência, não importa em que ano ela aconteça.
    E agora eu to aqui, não dormindo, ou terminando a minha monografia da pós, mas me divertindo com essa coincidência. Talvez eu nunca mais leia o seu blog, talvez nunca cheguemos a trocar nem uma palavra, e eu vou ser sempre a estranha que deixou o comment mais bizarro de todos os tempos em um blog! Mas seja como for, continue escrevendo... Eu parei assim que as coisas começam a complicar (você vai entender isso em breve!) e hoje sinto falta, confesso. Mesmo que ninguém dê as caras nos comentários, continue escrevendo pra você mesma, ajuda a organizar as coisas na cabeça, sabe? E mais do que tudo, aproveite. Aproveite muito cada segundo dos 14 anos. Faça o que der na telha pros 15, não deixe passar em branco. Dos 16, não desperdice um momento sequer, pois será o seu único ano antes dos 17, que é, afinal, o último e derradeiro ano antes dos temidos (ou esperadíssimos) 18. Mas não se preocupe com os 18 ainda, que falta muito tempo! Ok, eu acabei escrevendo algumas coisas que eu queria poder ter dito a mim mesma quando tinha a sua idade, vai entender...! E agora fiquei curiosa tb. Me conta o que vc pensou ao ler minhas muitas linhas acima (meu e-mail ta no meu perfil) ehehe

    Beijos

    ResponderExcluir

Comente e sinta-se abraçado (=